No que cremos

A Igreja Presbiteriana Marinas Praia Sul faz parte da Igreja Presbiteriana do Brasil e como tal é herdeira dos ensinamentos reformados e calvinistas. A igreja adota como única regra de fé e prática a Bíblia Sagrada e como sistema expositivo de doutrina a sua Confissão de Fé e os Catecismos Maior e Breve.

A Bíblia

A Bíblia, a Palavra de Deus, é o registro da revelação que Deus fez de si mesmo aos homens. Sendo Deus seu verdadeiro autor, foi escrita por homens inspirados e dirigidos pelo Espírito Santo. Tem por finalidade revelar os propósitos de Deus, levar os pecadores à salvação, edificar os crentes e promover a glória de Deus. Seu conteúdo é a verdade, sem mescla de erro e por isso é um perfeito tesouro de instrução divina.  A Bíblia é autoridade única em matéria de religião, fiel padrão pelo qua devem ser aferidas a doutrina e a conduta dos homens. Ela deve ser interpretada sempre à luz da pessoa e dos ensinos de Jesus Cristo, levando em consideração a própria Bíblia.

A BÍBLIA É SUFICIENTE PARA A VIDA E PARA A DOUTRINA.

“As tuas palavras são em tudo verdade desde o princípio, e cada um dos teus justos juízos dura para sempre.” Salmo 119:160

“As palavras do Senhor são palavras puras, prata refinada em cadinho de barro, depurada sete vezes. Sim, Senhor, tu nos guardarás; desta geração nos livrarás para sempre.” Salmo 12:6-7

“Santificados na verdade; a tua palavra é a verdade.” João 17:17

A Confissão de Fé e os Catecismos Maior e Menor de Westminster

“A Confissão de Fé de Westminster pode ser considerada um pequeno manual de teologia bíblica. Seus 33 capítulos abordam os temas mais importantes da teologia cristã. O documento contém as principais ênfases da teologia reformada ou calvinista: a autoridade e suficiência das Escrituras (cap. 1), a soberania de Deus e a eleição (caps. 3 e 10), o conceito do pacto (cap. 7), a integração da doutrina com a vida cristã (cap. 16), a relação entre a lei e o evangelho (cap. 19), a importância da igreja e dos sacramentos (caps. 25 a 29), o sistema de governo presbiterial (cap. 31) e o relacionamento entre o reino de Deus e o mundo”. (Alderi Souza de Matos – Puritanos e Assembléia de Westminster)

“O Breve Catecismo, contendo 107 perguntas e respostas, é considerado uma obra-prima por sua estrutura harmoniosa, instrução condensada e abrangente, e expressão lúcida e vigorosa. Sua primeira e última perguntas são semelhantes às do Catecismo Maior. Enquanto este de um modo geral caiu em desuso, o Breve Catecismo tem sido muito utilizado e amado ao longo dos séculos. Nenhum catecismo reformado tem sido mais influente do que este. Alguns o consideram demasiado difícil para ser usado como um recurso didático eficaz para crianças, mas o fato é que o catecismo sempre pressupôs a mediação de um professor”. (Alderi Souza de Matos – Puritanos e Assembléia de Westminster)

“O Catecismo Maior, muitas vezes é considerado por demais detalhado, e até mesmo legalista, em sua exposição da lei. As pessoas se deparam com uma enorme lista de deveres nem sempre fáceis de relacionar com as determinações simples do Decálogo. Todavia, essa ênfase reflete a importância que os puritanos atribuíam à lei de Deus, segundo o entendimento de que os preceitos do evangelho não deviam ser somente cridos, mas aplicados concretamente nas diferentes situações éticas com que se deparam os cristãos.”  (Alderi Souza de Matos – Puritanos e Assembléia de Westminster)